"O Livro de Praga e o homem-horizonte"



Conversa muito importante sobre o escritor Sérgio Sant´Anna.
Altamente recomendável!
Os outros vídeos do seminário realizado entre os dias 25 e 27/10 podem ser alcançados através do enlace Sérgio Sant´Anna 80 anos.

Zapatitos, poema de Juan Gelman

 



"Una montaña de zapatitos negros, blancos, rojos, sanos, rotos. 

Una montaña de sombra en las mañanas.

 

Una cuña de luto clavada en la entraña de Polonia."

(Do belíssimo poema do argentino Juan Gelman [1930 - 2014] publicado na revista literária el golem)


"Sunset Avenue", do artista Jan Schmuckal



 

"Pátria Minha", do Vinicius de Moraes...tão presente.



Tive, outrora, lá pelos idos anos de 1960, um "compacto" com o Vinícius de Morais recitando poemas seus, inclusive este "Pátria minha". Detesto essas ilações de que "isto é muito atual", mas não há como negar que, décadas depois, nos encontramos igualmente desolados nesta nossa "pátria". Não deixem de ouvir! Altamente recomendável!

Freud, um expressionista, de Alessandra Affortunati Martins




Um ensaio muito interessante publicado na Revista Cult (edição 274)e no site Outras palavras.
"É importante que se diga logo: intensas correspondências entre expressionismo alemão e elaborações freudianas ficam sugeridas em várias linhas de seus escritos. Embora do lado bibliográfico psicanalítico o alinhave daquele movimento à teoria de Freud mostre-se praticamente desértico, o interesse da costura não se limita a uma simples curiosidade sobre mais uma das camadas a comporem as diferentes origens psicanalíticas. Se hoje ainda vale o esforço de reacender faíscas expressionistas nos escritos de Freud, isso se dá em função das perturbadoras e atuais ressonâncias de tal intersecção. Dito de outra maneira: o desafio de afinar os ouvidos na escuta daquele turbilhão, e sintonizar Freud à onda sonora daquela época, importa apenas na medida em que isso permite articularem-se questões do presente, assim como esboçarem-se algumas respostas aos nossos entraves sociais, políticos e psíquicos mais recentes. Obras artísticas e intelectuais dos períodos anterior e posterior à Grande Guerra ainda parecem oferecer desafios consideráveis para reflexões sobre formas e conteúdos de produções contemporâneas."
A ilustração (
The unconscious dreams according to Sigmund Freud) é de autoria de Maxim Fomenko. 
Leitura altamente recomendável!

Byung-Chul Han

"Essas pessoas estão totalmente endividadas e se entregam a esse jogo mortal que promete ganhos enormes. Round 6 representa um aspecto central do capitalismo em um formato extremo. Walter Benjamin já disse que o capitalismo representa o primeiro caso de um culto que não é expiatório, e sim nos endivida. No começo da digitalização se sonhava que ela substituiria o trabalho pelo jogo. Na verdade, o capitalismo digital explora impiedosamente a pulsão humana pelo jogo. Pense nas redes sociais, que incorporam elementos lúdicos para provocar o vício nos usuários."


Trecho de uma entrevista com o filósofo coreano, publicada no jornal El País (edição em português, 9 Out. 2021), em nota assinada pelo jornalista Sergio C. Fanjul.
Leitura altamente recomendável!







Carola Saavedra - O mundo (será mesmo?) desdobrável

"De certa forma, O mundo desdobrável é também uma tentativa de responder à pergunta “o que é literatura e para que serve”, que você mesma se faz no livro?"

"Sim, é a pergunta que permeia o livro. O que é literatura? O que pode a literatura num mundo em que, aparentemente, tudo parece mais importante que a literatura. Minha tese, de forma bem resumida, é que a literatura, assim como a arte, por ser uma “fala” do inconsciente, pode nos ajudar a pensar, a pensar a partir de outras premissas, de outra lógica, a pensar o que ainda não somos capazes de imaginar. E se este mundo em que vivemos está se tornando inabitável, e precisamos com urgência imaginar (e construir) outros mundos, a literatura se mostra uma das ferramentas mais potentes que temos."
(
Trecho da entrevista com a escritora Carola Saavedra, publicada no blog da jornalista Nahima Maciel - Correio Braziliense, em 7 Set. 2021)

Entrevista com Eduardo Gianetti da Fonseca

Sobre a preocupante situação da economia brasileira.

Entrevista com o economista e filósofo Eduardo Gianetti da Fonseca, exibida, ao vivo, na semana que passou no canal Globo News. Recomendável!

Carola Saavedra: "a literatura é que me sabe"

"Você falou em entrevista que, para você, os melhores romances são aqueles que têm algo de inacessível. Esse inacessível foi citado na experiência da leitura. Como funciona na escrita? Você tem acesso a todas as verdades não faladas?"

"Não, nunca, se eu tivesse seriam verdades rasas, verdades de botequim, uma tentativa (sempre fracassada) de manipular o leitor. Porque a verdade, se é que existe, é inacessível de forma direta. A verdade está na ambiguidade, na contradição..."


Deseo de escribir!

 " Por el gusto de escribir algo: después de muchos día de silencio escritural me ha asaltado en el baño, mientras me lavaba las manos,...