Paul Singer - a democracia levada ao limite










Paul Singer (1932/2018)

Foto: Wikimedia Commons 

Abaixo, um trecho da nota sobre o documentário Paul Singer: uma utopia militante,realizado pelo cineasta Ugo Giorgetti, publicada no Jornal da USP.

“Ele foi um socialista próximo da social-democracia e isso me interessa muito”, continua Giorgetti, para quem Singer pode ser considerado um homem de ação que procurou fazer o possível, sem guiar-se por uma utopia, enquanto levava ao limite a ideia de democracia. “É uma coisa que veio da Revolução Francesa: igualdade, fraternidade e liberdade. Se você não tem uma das três, você não é democrata e também não é de esquerda. Porque a esquerda é isso – levar a democracia ao seu limite.” 

Nenhum comentário:

Os cadernos-diários de Anita Malfatti - Roberta Paredes Valin

"Este trabalho tem por objetivo analisar os cadernos de desenho da artista brasileira Anita Malfatti que remetem à sua estadia em Paris...